Briefing: O norte para criações espetaculares

Briefing: O norte para criações espetaculares

briefing_capa

Um cliente contratou a sua agência para criar uma campanha publicitária para a empresa dele. Como você saberá em quais meios lançar a campanha? Qual público vai abranger? Por quanto tempo ficará no ar? Quanto ele vai gastar? Essas respostas você encontrará no Briefing.

Você ficou responsável por organizar um evento de final de ano da sua empresa. De que forma você escolherá o local? Data? Quantas mesas terão? E a decoração? Através do Briefing você solucionará essas questões.

Sua empresa está com as vendas cada vez mais baixasOnde está o erro? Por que os clientes estão deixando de comprar? Qual o motivo de ter mais despesas do que lucro? Novamente, o Briefing poderá orientar.

Você conseguiu perceber como o Briefing tem inúmeras utilizações, em áreas bem diferenciadas?

Muitos pensam que ele só serve para criações publicitárias. Mas não é bem assim.

Diversos profissionais como empresários, gestores, economistas aproveitam esse método para criar soluções de vários problemas.

O Briefing nada mais é do que um documento que apresenta características de um produto/serviço/situação de uma marca ou empresa.

Neste documento são discorridas informações necessárias, de forma eficaz e objetiva, para auxiliar na resolução dos questionamentos.

“A palavra Briefing vem do inglês, do verbo brief que significa resumir, fazer a apresentação sumariada de alguma coisa.” (Freitas, 1997:121)

Para que serve o Briefing?

briefing_mesa

A construção de um bom e completo Briefing resulta no sucesso de uma empresa.

Ele é uma excelente forma de organizar as ideias e pensamentos, proporcionando então, uma ótima análise do estado atual da empresa/marca e do futuro que a mesma deseja atingir.

O Briefing serve para uma infinidade de fatores. Saiba alguns deles:

Encontrar as informações

A função principal dele é unir todas as informações que são necessárias para uma ação publicitária, organização de evento, resolução de problemas.

Essas informações devem ser feitas de forma sucinta, sem enrolação. Já que uns dos papéis dele é solucionar problemas, ele não pode ser um problema para quem lê;

Reunir a equipe

É uma forma de saber a opinião da equipe inteira.

Todos devem falar, afinal, quanto mais opiniões diferentes, mais fácil será de encontrar problemas e criar ideias para solucioná-los.

Já dizia o Provérbio: Duas cabeças pensam melhor do que uma.

Inspirar novas ideias e soluções

Ele precisa inspirar coisas novas, senão ele será somente mais um papel preenchido e logo descartado.

Aqueles que forem preenchê-lo precisam se esforçar e levar esse momento a sério, pois esse documento será o norte para grandes criações e soluções.

Como não fazer um Briefing?

briefing_duvidas

Para que ele seja um documento eficiente e que gere resultados, é necessário que o mesmo esteja correto, seja objetivo e possua as informações necessárias.

Preparamos uma lista contendo 4 tópicos, ajudando você a entender erros que são comuns no momento de elaborar e preencher um Briefing.

#1 Não ser formal demais

Quanto mais informal for, melhor. Ele precisa ser um documento de fácil leitura e aplicação, então o modo de preenchê-lo precisa ser leve e sem pressão.

É indispensável que o Briefing facilite a resolução de problemas, por isso ele precisa estar o mais claro possível.

Uma boa forma de criar as perguntas e respondê-las, é estar num ambiente descontraído, com pessoas dispostas e focadas a ajudar.

Pelo contrário, ele precisa ser um diálogo, com o máximo de ideias diferentes possíveis.

As pessoas precisam estar a vontade para falar, pois quanto mais informações relevantes forem dadas, mais fácil e eficiente será no momento de aplicar o Briefing.

Se somente uma pessoa falar, será possível perceber apenas uma visão, o que não possibilitará um bom preenchimento do mesmo.

#3 Não se prender ao roteiro

No Briefing várias perguntas serão construídas pela equipe para iniciar o processo de resolução de problemas.

Mas não quer dizer que será necessário seguir ele totalmente. Ao longo da sua elaboração, pode-se incluir ou retirar os tópicos ali colocados.

As perguntas não necessitam ser respondidas na ordem. A forma de preenchimento é livre, desde que boas respostas sejam dadas.

#4 Não perder o foco

Quando você escolhe utilizar o Briefing para determinada situação, é nela que você precisa focar.

Ele é uma estratégia bem direcionada e as perguntas que devem conter nele precisam ser bem específicas.

Se o assunto a ser resolvido é X, as perguntas a seres respondidas precisam ser a respeito do assunto X, e o máximo de informações sobre esse determinado assunto devem ser coletadas.

Receba 1 Super Dica por Dia
Escreva seu email abaixo e receba gratuitamente 1 dica por dia para alavancar seu negócio!

Como fazer um Briefing?

briefing_reuniao

Você mesmo pode e deve criar as perguntas, afinal, você sabe qual a necessidade específica da sua empresa e onde vocês desejam chegar.

Mas nós vamos te dar aquela ajuda, te daremos o “norte” para criar um bom Briefing. Fique a vontade para anotar as perguntas e modificar conforme suas exigências.

#1 Informações gerais

Faça um breve resumo sobre a empresa, o estado em que ela se encontra, o problema a ser solucionado. Esse item é uma introdução, então não é necessário se alongar muito.

Deixe para ser mais específico nas próximas perguntas.

#2 Histórico da empresa

Neste item você pode descrever bem a empresa.

Como e quando foi fundada, qual mercado que ela está inserida, qual a missão, visão e valores, citar os serviços e produtos que a mesma oferece, mostrar prêmios já conquistados.

#3 Produto/serviço

É o momento de falar a respeito do produto ou serviço específico que você precisa solucionar problemas ou criar oportunidades para o mesmo.

Pontue sua origem, categoria, nicho que está inserido, quando e de que forma é consumido, se existem aspectos culturais ou religiosos que influenciam na venda.

É interessante pontuar o que ele tem de melhor e pior que a concorrência, qual o objetivo dele estar sendo vendido, quais benefícios trarão ao consumidor, qual seu valor.

Colete o máximo de informações relevantes possíveis, mas não esqueça de ser sucinto.

#4 Consumidor

Escreva a respeito do público-alvo. Quem ele é, onde se encontra, qual sua classe social, qual idade.

Descubra se ele é o consumidor final ou se ele é o consumidor influenciador.

Essas informações são extremamente importantes para encontrar o consumidor potencial e conseguir atingi-lo.

#5 Pesquisas anteriores

Se a sua empresa realizou pesquisas ou campanhas nos anos anteriores, é interessante citar e descrevê-las no Briefing.

É uma forma de mensurar os erros para não cometê-los novamente e analisar os acertos, para evoluir ainda mais.

Se seu interesse é fazer campanhas publicitárias, relembre quais mídias foram utilizadas, quais períodos do ano elas foram ao ar.

#6 Concorrência

Descrever as principais características da concorrência (sendo pontos positivos ou negativos) é uma forma de conhecer o mercado que a sua empresa e a concorrência estão tentando atingir.

É preciso documentar as estratégias de comunicação, os meios utilizados e a política de vendas.

Mesmo que seu objetivo não seja lançar uma campanha publicitária, é necessário fazer análise de concorrência. Por mais que o seu foco seja uma melhora interna na sua empresa, por exemplo, essas informações serão necessárias e te ajudarão.

#7 Objetivo

Qual é seu objetivo ao desenvolver um Briefing? Melhorar ou criar um serviço/produto? Atingir novos públicos? Fazer uma nova comunicação?

Independente de qual seja, descreva-o. Fale sobre as facilidades e dificuldades que você tem encontrado para alcançar esse objetivo, verba que será investida e em quanto tempo você quer ver uma mudança.

#8 Estratégia a ser desenvolvida

Após tantas informações colhidas já será possível pensar em estratégias eficientes para atingir seu objetivo.

Quais serão as ferramentas de comunicação a serem utilizadas? Qual o conteúdo dessa nova proposta? Como a empresa será percebida no mercado após essas mudanças?

Quais são os pontos a serem destacados ou evitados? Quais mercados sua empresa deseja atingir? A empresa terá uma nova “cara”? Se sim, como será?

É hora de organizar as ideias e colocá-las em prática.

#9 Utilização de imagens

Um Briefing não é formado somente por textos, você também pode fazer o uso de imagens, gráficos, tabelas. O uso de elementos visuais faz com que as ideias sejam mais dinâmicas e mais fáceis de serem assimiladas.

Pode-se inserir imagens como referências positivas ou negativas, desde que o objetivo das mesmas esteja explícito.

#10 Feedback

Grande parte das pessoas acham que o Briefing encerra no momento em que as ideias foram criadas.

Mas para que ele fique mais completo, reserve um espaço para descrever os resultados obtidos. É uma forma de medir as mudanças e ver se as mesmas foram necessárias e certeiras.

Gostou das 10 dicas para desenvolver um Briefing?

Elas são somente dicas, você pode retirar ou acrescentar informações a qualquer momento, basta que você perceba as suas próprias necessidades.

As Palavras Mais Irresistíveis Para Seu Cliente?

Aprenda uma poderosa técnica de copywriting para atrair clientes e multiplicar suas vendas. Aprenda a escrever um texto persuasivo para seu público-alvo em 59 minutos:

> Clique nesse link para aprender a técnica agora <

Relembrando… O que é Briefing?

briefing_mesa2

Ele é o norte para criações espetaculares.

Como assim?

Ele direciona diversas pessoas a criarem soluções para os problemas que as mesmas enfrentam.

Ele não possui uma regra ou formatação específica, mas é um documento onde são colocadas características de uma empresa, dos seus produtos.

Nele contém informações sucintas e objetivas para auxiliar na resolução dos questionamentos.

Você pode discorrer sobre:

  • Informações gerais
  • Histórico da empresa
  • Produto/Serviço
  • Consumidor
  • Pesquisas anteriores
  • Concorrência
  • Objetivo
  • Estratégia a ser desenvolvida
  • Utilização de imagens
  • Feedback.

É válido ressaltar: Você pode acrescentar ou retirar informações, pois o Briefing tem que ter a “cara” da sua empresa, e ninguém melhor do que você e sua equipe para alterá-lo.

Utilize essa estratégia no seu empreendimento. Você verá que será bem mais fácil resolver problemas e criar soluções.

Até a próxima

Karen Denoni


© Eleve seu Negócio © Todos os Direitos Reservados. Elevation Treinamentos Ltda. CNPJ: 23608382/0001–36